sábado, 1 de dezembro de 2018

Os meus Desenhos Animados Preferidos

 A verdade é que, como é óbvio, nos dias de hoje muito raramente vejo desenhos animados no entanto quando era criança o Panda era dos meus canais preferidos e uma tarde de desenhos animados era um plano bastante atractivo portanto hoje decidi voltar atrás no tempo e recordar alguns dos meu desenhos animados preferidos.

DÓ RÉ MI
 
A historia baseia-se em várias raparigas do ensino fundamental que se tornam aprendizes de bruxas com a "simples" regra de que as pessoas não podem chamar-lhes de bruxas porque caso contrário, transformam-se em sapo.
Sakura, Caçadora de Cartas
 
Sakura Kinoto é uma rapariga de 10 anos que acidentalmente solta um conjunto de cartas mágicas que a obriga assim a reunir todas as cartas antes que elas provoquem transtornos á cidade.
As Navegantes da Lua
 A historia gira em torno de adolescentes que transformam-se em heroínas com poderes mágicos, que representam a Lua e Planetas, para combater o mal e salvar o seu reino que foi ameaçado novamente pelas forças do mal.
 
Carrinha Mágica
 
A professora Frizadinha tem métodos de ensino bem diferentes do habitual, com a ajuda da carrinha mágica leva os alunos em visitas de estudo inesquecíveis seja na cratera de um vulcão ou no sistema solar.

 Escusado será dizer que era fã de magia e sonhava ser uma pequena bruxinha! E vocês? Contem-me tudo...

Com amor,
❤ Hellen Henriques.

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Review: Unicorn Sugar Plum - Carmex

Nome: Unicorn Sugar Plum.
Marca: Carmex.
Tipo de produto: Hidratante labial.
Ingredientes: Cera, parafina e manteiga de sementes.
Tipo de pele: Labios secos e gretados.
Textura: Bálsamo suave.
Fragrância: Doce e fresco.
Embalagem: Boião.
Quantidade: 8,4ml.
Preço: 4,50 francos/ 3,96 euros.
Opinião geral: O Unicorn Sugar Plum é um bálsamo labial muito suave, fácil de espalhar, sem cor mas com algum brilho, com SFP 15 e um aroma frutada, doce e ao mesmo tempo refrescante. É, infelizmente, uma edição limitada que acalma, alivia, recupera, revitaliza e hidrata lábios secos e narizes ranhosos vermelhos... um resultado de hidratação que não só conquistou o meu coração, como vale a pena todos os cêntimos!
Pontuação total: 9,5 pontos.

Recomendo / Não Recomendo!

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Não me condenem!

 Não me condenem por dizer que não gosto de Portugal ou muito menos me censurem por dizer que também não gosto dos Portugueses porque quem diz a verdade não merece castigo! Estou a ser sincera contigo, Portugal destruiu a minha felicidade, os meus sonhos, a minha irreverência e esperança e só me ofereceu desgostos e vergonha por aquele que deveria ser o meu berço.
 Os portugueses perderam a voz, a força, a nacionalidade, a alma e a coragem daqueles que em tempos enfrentaram mares desconhecidos e descobriram paraísos, "aqueles" que deram nome e força a Portugal que com o tempo deixámos que se perdesse... fomos grandes e hoje somos minúsculos. Conquistávamos o mundo e hoje só obtemos dívidas. Tínhamos força, coragem e garra e hoje sujeitamos-nos ao fracasso, ao desânimo e ao medo. Tínhamos muito e hoje nada temos porque não fazemos a nossa voz se ouvir, não nos recordamos da força que temos e esqueçemo-nos daquilo que realmente somos ... Portugueses!
 Eu vou embarca em novas aventuras, descobrir terrenos desconhecidos e novas línguas mas um dia eu volto para relembrar ao mundo e a nos mesmos daquilo que realmente os portugueses são feitos.
Com amor,
❤ Hellen Henriques.

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Quem sou?

 Olho-me ao espelho e converso com o meu reflexo, desfilo toda descabelada por casa, refilo com o mundo quando os meus planos saem furados e desabafo com os objetos porque eles não se aborrecem. Não sigo a moda á risca, calço o salto alto e desfilo por casa, faço um "cocó" quase solto no alto da cabeça e danço ao som do aspirador. Sou politologa, dou espetáculos exclusivos como cantora e dançarina e sou a estrela principal do videoclip que imagino enquanto tenho os phones nos ouvidos. O meu relógio está sempre atrasado ou adiantado, riu-me sozinha enquanto vou pela rua, sorrio para o telemóvel, falo para os animais como se fossem bebés e fico com remorsos quando mato moscas. Deito a cabeça na almofada e adormeço enquanto imagino um futuro mágico... sou assim sem máscaras uns dias felizes, outros nem tanto!
Com amor,
❤ Hellen Henriques.